www.engenharia-brasil.com
Dormer Pramet

Definir os fatores relevantes para seleção de machos máquina pode ajudar na redução de custo em operações de rosqueamento

Embora sejam muitos fatores à considerar, uma escolha assertiva pode gerar grande economia


Para escolher o macho ideal para cada tipo de operação de rosqueamento na indústria, deve-se levar em consideração alguns fatores básicos, como o tipo de furo existente, se é um furo cego (que exige machos que expelem os cavacos na direção contrária ao avanço da ferramenta) ou furos passantes (que pedem por machos que empurrem os cavacos no sentido do avanço da ferramenta), conforme as figuras abaixo:


Definir os fatores relevantes para seleção de machos máquina pode ajudar na redução de custo em operações de rosqueamento

Fig. (1) – Rosqueamento em furo passante Fig. (2) – Rosqueamento em furo cego

Outro ponto muito relevante é o tipo de rosca que deverá ser feita, respeitando a necessidade do projeto, podendo ser métrica, métrica fina, UNC, BSW, entre várias outras.
Além desses quesitos básicos, existem outros pontos que se levados em consideração, podem garantir um melhor aproveitamento da ferramenta e consequente ganho de produtividade. Um exemplo é o tipo de material que será usinado, pois cada material tem as suas peculiaridades e pode exigir alguns aspectos especiais do macho, como algum tipo de tratamento térmico ou revestimento.
A matéria prima com a qual a ferramenta é fabricada, também é um fator decisivo. Algumas ferramentas do mercado são fabricadas em materiais de alta qualidade, como é o caso dos machos máquina das linhas EP e EX da Dormer Pramet. Essas ferramentas são fabricadas em Aço Rápido Cobalto Sinterizado (HSS-E-PM), que é um substrato de altíssima qualidade, com propriedades avançadas em termos dureza, tenacidade, resistência ao calor e ao atrito.
Outro benefício da linha, é que são machos multiaplicação com opções indicadas para processos mais genéricos em aços e alumínio, porém possuindo também opções com tratamentos e revestimentos para operações em aço inoxidável e ferro fundido.
Ambas geometrias de machos - EP e EX, são fabricados nas opções: brilhante para aplicação geral; Revenido a vapor para melhor retenção de óleo e lubricidade, garantindo maior vida útil; E com cobertura TIN, para maior resistência à abrasão.


Definir os fatores relevantes para seleção de machos máquina pode ajudar na redução de custo em operações de rosqueamento

Fig. 3 – Variedade de machos EP e EX

Ou seja, quando falamos em aumento de produtividade e consequente redução de custo de produção, as linhas EP e EX são altamente indicadas por oferecem versatilidade, contendo opções aderentes a diversas aplicações, diâmetros e tipos de rosca, além de serem feitas em material premium.
Se deseja conhecer mais sobre as soluções de rosqueamento da Dormer Pramet, entre em contato com o nosso escritório de vendas local.

  Peça mais informações…

LinkedIn
Pinterest

Junte-se aos mais de 15 mil seguidores do IMP