www.engenharia-brasil.com
Tsubaki Kabelschlepp

Carregadores de cabo ESD

Quando se fabrica e processa componentes eletrônicos, a descarga eletrostática (ESD = ElectroStatic Discharge) representa um sério perigo para a eletrônica sensível. Além disso, a miniaturização crescente de componentes semicondutores significa até maior sensibilidade para ESD.

Carregadores de cabo ESD
A otimização da proteção contra descarga eletrostática é assim necessária não apenas para os materiais e ferramentas usadas, mas também para os carregadores de cabo. Porém, isto pode ser alcançado durante a manipulação e montagem só se os carregadores de cabo de plástico usados tenham uma superfície até menor ou resistividade de volume.

Para prover isto, a KABELSCHLEPP está confiando na nanotecnologia.
O material usado nos novos carregadores de cabo ESD incorpora nanotubos de carbono (Baytubes® da Bayer MaterialScience). Os nanotubos de carbono são partículas tubulares microscopicamente pequenas feitas de carbono. Os átomos de carbono formam uma estrutura parecida com um favo de mel. A condutividade elétrica desses nanotubos é determinada pelos detalhes dessa estrutura. A condutividade elétrica é aumentada graças à estrutura de grafite na superfície do material criada pelo nanotubos de carbono como um aditivo funcional. É muito para teoria.

Para o mundo real, isto significa: Os novos carregadores de cabo ESD da KABELSCHLEPP são agora até mesmo mais condutivos e com uma resistividade de superfície de ≤105 ohms ultrapassando, sem dúvida, os requisitos contidos na norma ESD (DIN EN 61340). Graças à grande superfície específica e à distribuição extremamente plana dos nanotubos de carbono no material do carregador, a boa condutividade é alcançada também nos pontos de contato entre as ligações de link e, assim, sobre todo o comprimento ido carregador.

Benefícios adicionais: Como conseqüência da modificação do material reforçado por fibra com nanotubos, a estabilidade dos carregadores de cabo aumenta da mesma forma.

Seja em fabricação de chip, produção de semicondutor, fabricação de componentes eletrônicos ou engenharia solar, graças às suas baixas resistividades de superfície, os novos carregadores de cabo ESD da KABELSCHLEPP não só reduzem significativamente o risco de ESD, mas também representam um investimento útil com respeito a padrões futuros.

Legenda:
ESD.jpg: Até mesmo mais condutivos! Os carregadores de cabo ESD satisfazem às exigências de amanhã. Graças ao novo material ESD, os carregadores de cabo da KABELSCHLEPP s materiais são agora até mesmo mais condutivos e com uma resistividade de superfície de ≤ 105 ohms ultrapassando, sem dúvida, as exigências contidas na norma ESD (DIN EN 61340).

  Peça mais informações…

LinkedIn
Pinterest

Junte-se aos mais de 15 mil seguidores do IMP